Capeias em documentário

No âmbito do registo de imagens das capeias no passado mês de Agosto, vai ser apresentado no dia 18 de Março, pelas 21h30, no Auditório Municipal do Sabugal, um filme/documentário com cerca de 45 minutos sobre as mesmas, momento em que também será dado conhecimento de algumas informações e de propostas de valorização da capeia.

Numa perspectiva de divulgação genérica e abrangente de todas as fases e intervenientes da capeia, para além do filme/documentário, procedeu-se ainda à realização de um filme/vídeo sobre cada uma das capeias, o qual será apresentado nas respectivas localidades, e outro sobre o Festival “Ó Forcão Rapazes”.

Este é mais um passo dado pela autarquia do Sabugal em prol das “terras do forcão”, na valorização, preservação e promoção da capeia. A Capeia Arraiana é uma manifestação tauromáquica específica de algumas freguesias do concelho do Sabugal, singularizada pela lide do touro bravo com o auxílio exclusivo do Forcão.

A Capeia Arraiana é uma tradição compatível com o respeito pelos animais, pois consiste pura e simplesmente num jogo de força entre o animal e o homem que em nada agride os direitos daquele. Ao contrário do que sucede noutras manifestações tauromáquicas, na Capeia o homem não inflige qualquer tipo de ferimentos ao animal, e a lide com o Forcão não implica qualquer sofrimento para o touro.

A Capeia Arraiana é a primeira manifestação cultural imaterial portuguesa registada no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial (PCI), após um pedido de inventariação elaborado pela Câmara do Sabugal.

Em 2011, a Comissão para o Património Cultural Imaterial, tutelada pelo Instituto dos Museus e da Conservação, justificou a decisão favorável com o facto de se tratar de uma «prática cultural, histórica e territorialmente inscrita» nas comunidades de onze freguesias daquele município.

Convento Belmonte

Convento de Belmonte

Radio Caria no Facebook

Radio Caria. Todos os direitos reservados.