Reclusos sobem ao palco do TMG

Nove reclusos do Estabelecimento Prisional da Guarda, uma psicóloga, uma professora, uma jurista e um guarda prisional integram o elenco da peça de teatro “Voltas, reviravoltas e contravoltas” que estreia no dia 20 deste mês, no Teatro Municipal da Guarda (TMG).

Trata-se de uma criação colectiva, tendo sido os próprios reclusos a escrever a peça de teatro. O texto, que inclui elementos da vivência dos participantes, fala-nos de um carteiro que na sua ronda habitual é confrontado com casos humanos singulares, que mostram a diversidade dos seres humanos. A peça é também uma forma de satirizar atitudes e comportamentos, num registo que pretende ser cómico.

A “oficina de teatro” é uma iniciativa da Câmara Municipal da Guarda, através do seu Pelouro da Educação, Intervenção Social e Saúde, e do Estabelecimento Prisional da Guarda, no âmbito de uma colaboração formalizada através da assinatura de um protocolo em 2015, entre a Câmara Municipal da Guarda e o Estabelecimento Prisional da Guarda.

A autarquia procura, em articulação com o estabelecimento prisional, "colaborar e participar, de modo activo, na reinserção social dos reclusos, sempre numa perspectiva de inclusão".

Radio Cario no Facebbok

Convento Belmonte

Convento de Belmonte