ARU de Belmonte definida

O executivo municipal de Belmonte aprovou a definição da Área de Reabilitação Urbana (ARU) de Belmonte, limitada a Sul, ao Santo Antão, e a Norte, ao cruzamento da empresa Grasil.

Um plano que concede aos proprietários apoios financeiros e fiscais na recuperação de habitações. O limite máximo para desenvolver a Área de Reabilitação Urbana é de três anos. Não havendo estas deliberações, a Câmara Municipal não poderia avançar com candidaturas para recuperação de património.

O autarca garante que avançará também em breve com a Área de Reabilitação Urbana de Caria e das outras freguesias do concelho. De acordo com o presidente da autarquia a criação da Área de Requalificação Urbana de Belmonte “é fundamental para que o concelho possa apresentar candidaturas a fundos comunitários dentro desse domínio; vamos também avançar rapidamente com a ARU de Caria, que espero que esteja concluída até final do ano, porque sem a definição destas áreas de intervenção não podemos apresentar candidaturas: esperamos que agora os projectos que viermos a apresentar possam ser aprovados”.

António Dias Rocha acrescenta que já existem algumas ideias concretas para candidatar ao programa “Portugal 2020” e que vão privilegiar intervenções de requalificação urbana em espaços públicos e privados “por exemplo a recuperação do antigo campo de futebol, de algumas ruas que precisam de ser melhoradas tendo em conta o aumento do afluxo turístico que o nosso concelho verifica e além disso queremos criar um programa de incentivos para recuperação de casas na zona histórica uma vez que há zonas onde é visível uma degradação muito acentuada”.

O município de Belmonte não pode continuar a assistir á degradação do património urbanístico e António Dias Rocha deixa um aviso “as pessoas que tem casas abandonadas devem ter essa preocupação; da nossa parte estamos disponíveis para os receber, para também disponibilizar os nossos técnicos para os ajudarem porque não podemos continuar a assistir à degradação do nosso património urbanístico”.