"Tarda a solução para o Tribunal de Trabalho da Covilhã"

A União dos Sindicatos de Castelo Branco diz que “tarda a solução para o Tribunal de Trabalho da Covilhã”. Numa nota de imprensa, a União dos Sindicatos refere que depois de ter denunciado no passado mês de Setembro, a acentuada degradação das instalações do Tribunal de Trabalho da Covilhã, passados quase três meses, "a situação continua por resolver e a agravar-se".

A União dos Sindicatos não compreende "como é que o interesse particular se sobrepõe ao interesse geral e à melhoria do funcionamento das condições de administração da justiça laboral. Não compete á USCB avaliar a justeza dos direitos invocados pela RUDE por não serem respeitados os prazos de cedência do espaço".

No entanto, "uma vez que o processo se encontra em contencioso a aguardar decisão judicial, a RUDE pode perfeitamente entregar as instalações para rapidamente se fazer a transferência do Tribunal de Trabalho e se a justiça lhe der razão a Câmara terá de pagar à RUDE aquilo a que ela tiver direito, se o tiver. Assim haja bom senso e sentido de responsabilidade e acima de tudo dedicação à Covilhã, à justiça laboral e aos agentes judiciais. Estamos no inverno a degradação das instalações vai acentuar-se e mais que intenções, são precisas acções e medidas concretas e urgentes".

Por isso, a USCB reserva-se o direito de vir a tomar outras medidas, sempre com o objectivo de contribuir para a solução de "um problema que já é escandaloso". Na próxima quinta-feira, a direcção da USCB/CGTP-IN irá reunir e decidirá o que fazer.

Radio Cario no Facebbok

Convento Belmonte

Convento de Belmonte