Aluno da UBI lidera Associação Nacional de Estudantes de Medicina

André Fernandes, aluno do quinto ano de Medicina da Universidade da Beira Interior (UBI), é o novo presidente da Associação Nacional de Estudantes de Medicina.

A redução gradual do número de estudantes a entrarem nos vários cursos de Medicina do País é a principal meta da nova direcção da Associação Nacional de Estudantes de Medicina para o mandato que agora inicia. A associação tem já uma proposta preparada para apresentar ao Governo para uma adequação do número de alunos que entram nos cursos de Medicina ao longo dos anos. A Associação Nacional de Estudantes de Medicina divulgou no passado mês de Novembro um estudo que refere que, em média, em Portugal há oito estudantes por cada médico/tutor.

Espera-se que todos os médicos possam ter acesso a uma especialidade, e neste momento as capacidades formativas para as especialidades situam-se nos cerca de 1500/1600 médicos por ano, prevendo-se que nos próximos anos saiam cerca de 2000 médicos das escolas médicas", adverte André Fernandes.

Este será o terceiro mandato de André Fernandes na Associação Nacional de Estudantes de Medicina, o primeiro como presidente, depois de ter sido tesoureiro e coordenador de informação e imagem. André Fernandes, admite que o facto do presidente da Associação Nacional de Estudantes de Medicina ser aluno da Universidade da Beira Interior mostrará que também aqui há alunos de qualidade e contribuirá para que se fale mais da UBI lá fora.

Para além de André Fernandes, Paulo Pinheiro, actual presidente do Núcleo de Estudantes de Medicina da UBI, também integra a próxima direcção da Associação Nacional de Estudantes de Medicina, assumindo o cargo de tesoureiro.