Detenção para efeitos de reapreciação de medidas de coação

https://www.policiajudiciaria.pt/wp-content/uploads/2017/08/img-deten%C3%A7%C3%A3o-2.jpg

O detido é suspeito da prática continuada de vários crimes sexuais ocorridos na Covilhã, tendo, entretanto, começado a ameaçar a vítima.

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, deteve, pela segunda vez, um homem fortemente suspeito da prática, continuada, entre Agosto de 2016 e Agosto de 2017, dos crimes de abuso sexual de crianças, de actos sexuais com adolescentes e de pornografia de menores, ocorridos na Covilhã.

A actual detenção teve em vista a reapreciação da medida de coação de termo de identidade e residência que anteriormente lhe havia sido imposta, aquando da primeira detenção, uma vez que o mesmo indivíduo, tendo por referência os factos criminosos de que é suspeito, vinha, entretanto, protagonizando episódios consecutivos de coação psicológica sobre aquela mesma vítima, ameaçando-a com a prática de mal importante.

O detido, com 40 anos de idade, já condenado por ofensas à integridade física, foi presente às autoridades judiciárias, tendo ficado sujeito à proibição de contactos com a vítima.

Fonte: Polícia Judiciária

Radio Cario no Facebbok

Convento Belmonte

Convento de Belmonte