Dois casos de tubercolose detectados na cadeia de Castelo Branco

Dois reclusos do Estabelecimento Prisional de Castelo Branco, colocados em regime aberto, estão internados depois de lhes ter sido diagnosticada tuberculose, confirmou à agência Lusa a Direcção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP).

"Informa-se que exames feitos, em Hospital do Serviço Nacional de Saúde, a dois reclusos colocados em Regime Aberto no Estabelecimento Prisional de Castelo Branco, deram positivo para a tuberculose", explica, por escrito, fonte da DGRSP que "desmente em absoluto" que haja qualquer surto de tuberculose no Estabelecimento Prisional de Castelo Branco e adianta que os dois reclusos estão internados no Hospital Prisional de São João de Deus, em Caxias, e que o seu estado de saúde "está a evoluir favoravelmente".

A DGRSP sublinha ainda que, de acordo com o protocolado, e em articulação com o delegado de saúde local e com o Centro de Diagnóstico Pneumológico de Castelo Branco, já foram efectuadas testes a todos os reclusos do regime aberto deste estabelecimento prisional.

Radio Cario no Facebbok

Convento Belmonte

Convento de Belmonte