"Não haverá qualquer encerramento ou perda de serviços especializados"

https://scontent.fopo1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/36682102_2030497737002457_4954255968620773376_n.jpg?_nc_cat=0&oh=14f3f628c3500e70ddf117659098100d&oe=5BD41E05

No seguimento de questões colocadas pela Comunicação Social relativamente à passagem das 40 horas para as 35 horas de funcionários em regime de contrato individual de trabalho, o Centro Hospitalar Cova da Beira (CHCB) esclarece que "não haverá qualquer encerramento ou perda de serviços especializados mas sim a estruturação eficiente dos recursos disponíveis atenta a procura expressa".

"Após verificação e análise de todas as situações integradas neste âmbito e reporte atempado das mesmas à tutela, o Centro Hospitalar Cova da Beira, identificou a necessidade de contratação de recursos humanos das várias classes profissionais afectadas, dado o natural impacto que esta alteração comporta, impacto esse que está a ser minimizado com a habitual compreensão e elevado profissionalismo de todos os colaboradores deste Centro Hospitalar" refere a instituição em comunicado.

O CHCB adianta que já iniciou a "contratação de pessoal, designadamente Enfermeiros, Assistentes Operacionais e Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica em contrato de trabalho sem termo, estando a aguardar autorização para encetar várias outras contratações, no mais breve espaço de tempo".

Além do referido, o CHCB afirma que no âmbito da gestão organizacional dos seus recursos "procede desde sempre à reorganização dos serviços no sentido de manter a oferta de cuidados aos cidadãos com qualidade e segurança. Trata-se aliás de prática comum vinda a adoptar sempre e quando a Instituição é confrontada com desafios inesperados colocados por circunstâncias não previstas (por exemplo pandemias)".

Em conclusão, o CHCB refere que "não haverá qualquer encerramento ou perda de serviços especializados mas sim a estruturação eficiente dos recursos disponíveis atenta a procura expressa, não advindo daí qualquer alteração ou prejuízo para o tratamento e acompanhamento dos doentes internados afectos a essas mesmas especialidades".

Radio Cario no Facebbok

Convento Belmonte

Convento de Belmonte