Eucaliptos estão a crescer de forma selvagem na Serra da Estrela

O alerta é da Associação dos Amigos da Serra da Estrela.

Eucaliptos estão a crescer de forma selvagem na encosta da Serra da Estrela entre Gouveia e Seia. O alerta é da Associação dos Amigos da Serra da Estrela “estão a surgir milhares de eucaliptos numa das encostas da Serra da Estrela, que podem potenciar o risco de grandes incêndios”. O presidente da Associação, José Maria Saraiva, diz que a situação começou a ser detectada alguns meses depois dos fogos de Outubro do ano passado.

Trata-se de crescimento espontâneo, que deve ser combatido o quanto antes “é uma situação grave porque, pela primeira vez, temos povoações de eucaliptos em grande escala na área do parque. E como não houve plantação uma germinação espontânea como esta só pode ter acontecido por projecção de sementes causada pela dinâmica dos incêndios do ano passado e que agora estão a germinar em grande escala. Do nosso ponto de vista o eucalipto é uma espécie exótica que é preciso eliminar da Serra da Estrela uma vez o risco de ela contribuir para uma maior propagação dos incêndios e não temos dúvidas que, se nada for feito, o futuro vai ser muito mais complicado na eventualidade de aqui deflagrarem incêndios”.

José Maria Saraiva considera que a direcção do Parque Natural da Serra da Estrela deve tomar medidas urgentes para que os eucaliptos possam ser arrancados ainda este ano e evitar assim males maiores no futuro “a monocultura do eucalipto está a causar danos irreversíveis em todo o país e na Serra da Estrela em particular. E com isto que agora está a suceder aquilo que nós pedimos é que o parque trabalhe em conjunto com todo o movimento associativo desta zona e também com os particulares no sentido de arrancar este ano ainda os eucaliptos. No próximo ano a situação vai ser mais complicada porque eles crescem e por isso devemos avançar já com o arranque de todas as germinações que estão a acontecer”.

Radio Cario no Facebbok

Convento Belmonte

Convento de Belmonte