A melhor campanha dos últimos quatro anos

"Desde de 2014 que o Banco Alimentar Contra a Fome da Cova da Beira não conseguia um resultado tão bom" como aquele que conseguiu no passado fim-de-semana com a recolha de cerca de 34 toneladas de alimentos.

Depois da campanha de Natal, o Banco Alimentar Contra a Fome da Cova da Beira começou a distribuir, pelas 47 instituições de solidariedade social, as cerca de 34 toneladas (33.964 quilos) de alimentos recolhidos no passado fim-de-semana, e que irão beneficiar cerca de quatro mil adultos e 800 crianças.

O presidente do Banco Alimentar da Cova da Beira, Paulo Pinheiro, afirma que esta campanha de Natal "foi a melhor dos últimos quatro anos", lembra que a campanha de Primavera "foi difícil com um valor baixo", mas a partir do mês de Setembro começou a sentir que havia um maior envolvimento dos voluntários para ajudar.

"Desde de 2014 que o Banco Alimentar Contra a Fome da Cova da Beira não conseguia um resultado tão bom" como aquele que conseguiu no passado fim-de-semana com a recolha de cerca de 34 toneladas de alimentos.

Fora das campanhas nacionais, "os alimentos a distribuir são sempre poucos", por isso a nova luta do presidente do Banco Alimentar da Cova da Beira é conseguir ir mais longe, constituir "uma equipa para tentar angariar mais alimentos e outros recursos para conseguir aumentar a distribuição" pelas muitas instituições de solidariedade social.

"Sem o Banco Alimentar, muitas instituições deixariam de poder dar ajuda alimentar à população carenciada que lha solicita". Neste tempo de Natal, o Banco Alimentar apelou à partilha de alimentos com quem mais precisa, doando o contributo individual em loja ou participando, até ao próximo domingo (09 Dezembro), na campanha “Ajuda Vale”, bastando pedir um vale nas caixas dos supermercados.