Beiras e Serra da Estrela já tem sistema de videovigilância para detecção de incêndios rurais

O Sistema de Acompanhamento Remoto e Apoio à Decisão Operacional (SARADO) consiste na colocação de 17 torres com câmaras de vigilância com alcance de mais de 30 quilómetros.

Estas câmaras de vigilância cobrem a quase totalidade do território da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela e estão ligadas a dois centros de gestão e controlo, localizados na Guarda e em Castelo Branco.

O projecto foi lançado em 2018 e tem um orçamento superior a 900 mil euros, apoiado por fundos da União Europeia. Tem como objectivo "dotar os agentes de protecção civil de mecanismos que possibilitem uma intervenção mais rápida na verificação de riscos de incêndio e um apoio à decisão mais eficiente no combate aos fogos rurais".

O Sistema de Acompanhamento Remoto e Apoio à Decisão Operacional será inaugurado no dia 24 deste mês, no Comando Distrital de Operações de Socorro da Guarda, com a presença do Ministro da Administração Interna.

Radio Cario no Facebbok

Convento Belmonte

Convento de Belmonte