Reposição das Scut's na A23 e A25

A Plataforma pela Reposição das Scuts enviou uma carta aberta a todos os partidos políticos com assento na Assembleia da República onde é exigida a adopção de compromissos tendo em vista a abolição de portagens na A23 e na A25.

Nessa missiva, a Plataforma desafia os partidos para que no programa eleitoral que vão submeter ao eleitorado nas Eleições Legislativas de 06 de Outubro seja assumido um compromisso “claro e inequívoco de, após as eleições, proceder à urgente e necessária reposição das Scuts na A23 e na A25, através da abolição das portagens”. Para além desta reivindicação, a plataforma deixa também um desafio a todos os líderes para a realização de uma reunião “no âmbito da pré campanha ou da campanha eleitoral, para uma melhor exposição dos motivos que levam a Plataforma a defender a reposição do regime sem custos para o utilizador na A23 e na A25”.

De acordo com a plataforma “está demonstrado” que a implementação das portagens “tiveram e continuam a ter consequências nefastas no plano económico e social”. Nessa carta, a plataforma valoriza “os descontos já efectuados e a importância da redução do preço das portagens nas antigas Scuts do interior para os transportes pesados de mercadorias, mas são insuficientes e injustos, uma vez que não abrangem os veículos ligeiros com que os trabalhadores e as populações se deslocam, e não correspondem às reais necessidades de desenvolvimento interior”.

A plataforma alerta que “a população residente na Beira Interior sofreu mais uma sangria com a perda de cerca de 40 mil pessoas nos últimos dez anos e os dados recentes sobre a criação de novas empresas e insolvências, recentemente vindos a público, revelam que enquanto no país o número de insolvência diminui e a criação de empresas aumenta, no interior e em particular nos distritos de Castelo Branco e Guarda, a situação é inversa”.

A carta termina com a plataforma a sublinhar o facto de “sete entidades, que representam a sociedade civil, empresários, trabalhadores, sindicatos, e também utentes da A23, se terem aliado, para em conjunto reivindicarem a abolição das portagens na A23 e na A25 reflecte claramente uma preocupação comum e o compromisso de conjuntamente se encontrarem soluções que potenciem o desenvolvimento da região, na sua vertente económica e social. Este movimento conjunto é único no país e deve ser tido em consideração pelas diversas forças políticas e pelas instituições”.

Radio Cario no Facebbok

Convento Belmonte

Convento de Belmonte