Maçaínhas comemora mais um Dia da Freguesia

A freguesia de Maçainhas, no concelho de Belmonte, comemora no próximo fim-de-semana a 28ª edição da “Festa da Amizade” que marca o Dia da Freguesia. Uma iniciativa que reúne toda a população, residente e natural, de Maçaínhas neste convívio.

No ano passado, o evento sofreu uma alteração profunda quanto ao horário, devido à falta de sombras naturais no recinto de festas da freguesia, “iremos criar as condições necessárias para realizar este evento nos moldes que era feito nos anos anteriores, regressa o tradicional almoço com o convívio à volta dos assadores e iremos regressar à tradicional jardineira” na noite de domingo, como refere a autarca local, Carla Cruz.

O programa da Festa da Amizade continua a contar com várias iniciativas dinamizadas pela Associação da Juventude de Maçaínhas, inicia-se no sábado com a 14ª edição do Passeio BTT e Caminhada a cargo dos “Ceboleiros Todo-o-Terreno” e com mais uma edição do Torneio de Sueca promovido pela Associação da Juventude de Maçainhas. No domingo missa campal, seguida de almoço convívio oferecido pela Junta de Freguesia, projecção do vídeo do Passeio BTT e Caminhada, jogo de futsal casados/solteiros, jantar convívio e animação musical no recinto de festas da freguesia.

No Dia da Freguesia, “há sempre um pedido especial, esse pedido, se o senhor presidente da Câmara nos der o prazer e a honra de almoçar connosco, irá ser feito directamente ao senhor presidente” acrescentou Carla Cruz.

Há cinco anos, em 2014, a REFER procedeu à demolição das casetas nos apeadeiros de Maçainhas e das Pimentas situadas no troço Covilhã/Guarda da Linha da Beira Baixa. Nessa altura, a empresa justificou essa situação com o facto de se encontrarem em mau estado de conservação e o presidente da Câmara de Belmonte lamentou que a empresa tenha avançado com as demolições “sem dar qualquer conhecimento do assunto à Câmara. Não foi uma boa solução até porque alguns dos apeadeiros estavam em perfeito estado de conservação e a REFER poderia ter oferecido essas instalações ao município”, disse na altura António Dias Rocha.

Cinco anos depois, a presidente da Junta de Maçaínhas está confiante que “Maçaínhas voltará a ter o seu apeadeiro, até porque as obras estão a desenrolar-se nesse sentido, tenho acompanhado semanalmente as obras, e de facto tudo indica que voltaremos a ter o apeadeiro e falando com os encarregados as coisas estão encaminhadas nesse sentido”.

A primeira edição da Festa da Amizade realizou-se há 28 anos. Joaquim Antunes era na altura o presidente da Junta de Freguesia e lembrou que este evento “resultou dos proveitos que a Junta teve numa receita extraordinária, com a instalação de uma fábrica de confecções no edifício da Junta, que eram 800 contos por ano, que eram traduzidos na realização desta festa”.

Joaquim Antunes recorda a primeira edição da Festa da Amizade “como se fosse hoje, acompanhado pelo irmão que não tenho, José Amândio, que veio de Lisboa e disse-me vai, acredita, porque nós merecemos. Lembro-me de carregar o altar para aqui, fazer a missão campal, e partilhar a mesa e o assador, mesmo aqueles que não se davam bem, nesse dia tinham que se aturar uns aos outros”.

Joaquim Antunes que há 28 anos atrás estava na presidência da Junta de Maçaínhas afirma que nunca esteve desligado da freguesia e destaca “o grande trabalho que tem sido feito pelo Centro de Apoio Social de Maçaínhas e pela Associação da Juventude de Maçaínhas que têm contribuído de uma forma muito importante para que Maçaínhas seja de facto a capital das freguesias, permita-me que diga assim, modéstia à parte, mas é mesmo”.

Radio Cario no Facebbok

Convento Belmonte

Convento de Belmonte