Descaramento!

É com este termo que o PS distrital responde ao comunicado do PSD sobre a recusa da proposta de diálogo e entendimento entre os dois partidos, em questões estratégicas para o distrito de Castelo Branco.

Descaramento 1: O PSD convida o PS para um compromisso, através de conferência de imprensa, demonstrando logo nesse momento a sua verdadeira intenção. Apenas mediatismo.

Descaramento 2: Na mesma conferência, o PSD fala em defender temas programáticos que o PS sempre defendeu, desde há muitos anos, denunciando a segunda intenção que é apenas, agora que perdeu as eleições e que não vai ser governo, colar-se por forma a conseguir ter, porque nunca teve, um programa para o Distrito de Castelo Branco.

Descaramento 3: Na referida conferência de imprensa, o PSD não explica porque é que durante 4 anos de governação PSD/CDS nunca se juntou ao PS na defesa do Distrito e não assume que prejudicou o Distrito com as suas políticas. Antes do compromisso, o PSD devia saber há esclarecimentos em falta e que devem ser dados.

Descaramento 4: Na carta que enviou ao Partido Socialista, o PSD – depois de a ter anunciado / divulgado em conferência de imprensa – convida o PS para uma reunião, convidando ainda o Partido Socialista a não prestar declarações públicas sobre a mesma. É preciso ter descaramento!

Descaramento 5: Depois de receber a resposta do PS, o PSD vem falar de diálogo, como se fosse isso que estivesse em causa. Esquece, o PSD, que na campanha eleitoral não apresentou qualquer projeto ou programa. E agora, depois das eleições, quer debater e dialogar?! Leia-se o manifesto eleitoral do PSD para o Distrito e veja-se o vazio de propostas ali contido. Diálogo sobre?!

O Partido Socialista reafirma que tem e sempre teve um compromisso com as pessoas e com o Distrito de Castelo Branco. Compromisso na defesa do Distrito e pelo seu desenvolvimento, assumido na base de um programa há muito seguido.

O PS de Castelo Branco assume a política de forma séria, com base em ideias e em pensamento estruturado, recusando-se a entrar em jogadas mediáticas de mera politiquice.

O PS de Castelo Branco assume a defesa do Distrito da mesma forma, esteja quem estiver no governo do País.

O PSD parece prever que não vai para o Governo e, por isso, pretende alterar desde já a sua forma de atuar. Haja coerência.

[Ainda não há muito tempo, mesmo antes das eleições, numa conferência de imprensa, o PSD chamava IC33 ao IC31, demonstrando total impreparação – ou seria mesmo desconhecimento? – bem como a (in)consistência das suas ideias]

O PSD deve deixar de desviar as atenções para teatros e politiquices e deve concentrar-se no que é fundamental. Assuma as suas responsabilidades, porque só assim poderá assumir qualquer compromisso, com as pessoas ou com outros partidos.

Para nós, Partido Socialista, estamos conversados sobre diálogo ou compromisso.

Este o conteúdo de um comunicado divulgado pelo Secretariado da Federação Distrital do Partido Socialista.