Carlos Pinto não exclui uma candidatura à Câmara da Covilhã

A cerca de nove meses das eleições autárquicas, no concelho de Belmonte ainda não foi anunciado oficialmente nenhum candidato à Câmara Municipal de Belmonte, mas no concelho vizinho da Covilhã já são conhecidos dois candidatos.

Marco Baptista (PSD) e Adolfo Mesquita Nunes (CDS-PP) são os dois candidatos já anunciados na corrida à Câmara Municipal da Covilhã, nas próximas Eleições Autárquicas. O actual presidente do executivo, Vítor Pereira, deverá anunciar em breve a sua recandidatura apoiada pelo Partido Socialista e Carlos Pinto, que liderou a Câmara da Covilhã durante 20 anos, não fecha a porta à possibilidade de avançar com uma candidatura independente.

Foi à Rádio Altitude que o antigo presidente da Câmara da Covilhã concedeu a primeira grande entrevista desde que deixou as funções por limite de mandatos. Carlos Pinto não excluiu que possa vir a ser notícia, dentro de alguns meses como candidato à autarquia a que presidiu durante vinte anos "isso não está nos meus planos, mas também não excluo nada. Não escondo que irei intervir nas eleições e os próximos dois ou três meses irão dizer como, porque realmente vejo que os candidatos que estão apresentados não respondem e não correspondem. Eu fiz 20 anos de câmara e neste momento estou a ouvir os covilhanenses. Se a Covilhã tiver consciência da situação e quiser estudar a sério o problema da câmara eu estou cá para ouvir".

Carlos Pinto deixa elogios para o antigo Secretário de Estado do Turismo que vai encabeçar a lista à presidência da Câmara da Covilhã pelo CDS/PP “tenho a melhor das impressões do Adolfo Mesquita Nunes; foi um grande secretário de estado, ajudou a uma mudança no sector do turismo em Portugal, é da Covilhã e conhece a realidade. Agora evidentemente que o CDS tem um potencial eleitoral muito reduzido pelo que não me parece que seja antecipável uma vitória na Covilhã mas que tem um candidato de qualidade isso não tenho dúvidas em dizê-lo”.

O CDS/PP foi buscar o ex-Secretário de Estado do Turismo do Governo da coligação PSD/CDS para ser o cabeça de lista à Câmara Municipal da Covilhã. Adolfo Mesquita Nunes que tem raízes na cidade quer travar "o fenómeno de perda de relevância da Covilhã", e promete "uma nova forma de fazer política pela positiva". O candidato admite que o desafio não é fácil, mas está motivado para o enfrentar. "Agora há muita gente para ouvir, há muita gente para juntar, há muita gente a quem oferecer um projecto que faça acontecer" disse o candidato do CDS-PP á Câmara da Covilhã.

Convento Belmonte

Convento de Belmonte

Radio Caria no Facebook

Radio Caria. Todos os direitos reservados.