"As pessoas estiveram sempre primeiro"

Eduardo Cabrita, histórico dirigente socialista e membro da Comissão Política Nacional do Partido Socialista, esteve ontem na vila de Belmonte, para a apresentação oficial das listas do PS aos vários órgãos autárquicos no concelho de Belmonte.

O Auditório Municipal de Belmonte encheu para ouvir o cabeça de lista do PS à Câmara Municipal de Belmonte, António Dias Rocha, recordar que “foram quatro anos de promessas cumpridas, tivemos o apoio esmagador da população do concelho de Belmonte e não os desiludimos. Hoje de consciência tranquila, temos moral para renovar o pedido de confiança ás populações. Há quatro anos tínhamos uma equipa nova e éramos uma promessa. Hoje somos uma certeza, uma equipa experiente com trabalho feito. Hoje todos vocês sabem do nosso empenho e capacidade de concretização”.

O candidato do PS à Câmara de Belmonte realçou ainda que "hoje o concelho de Belmonte tem maior dinâmica, mais alegria, mais atenção ás famílias, maior qualidade de vida, mais investimentos e mais turistas. Tal foi possível, graças a uma nova mentalidade, a uma equipa profissional, a uma grande centralização para as Juntas de Freguesia e uma estreita colaboração com as diferentes entidades do concelho. Mas porém acima de tudo, estiveram as pessoas, as pessoas estiveram sempre primeiro”.

António Dias Rocha quer “renovar com a população do concelho de Belmonte o nosso compromisso de entrega e trabalho com o desenvolvimento da nossa terra. Apostamos na força da continuidade e por isso renovamos o apoio em todas as nossas equipas”.

Eduardo Cabrita afirmou que “o Partido Socialista está historicamente ligado ás grandes marcas do desenvolvimento desta região e do concelho de Belmonte. Foi assim quando quebramos as barreiras do isolamento, construindo a ligação em Auto-estrada ao Norte e ao Sul, isso teve a marca do Partido Socialista, com o nosso António Guterres, agora Secretário-Geral das Nações Unidas”.

O histórico dirigente socialista acrescentou que “hoje vivemos um novo tempo, em que provamos ao País, à Europa e ao Mundo que afinal era possível fazer diferente, afinal era possível ter os resultados que outros achavam impossível, diziam que o Interior era um espaço sem esperança e sem futuro”.

O membro da Comissão Política Nacional do PS lembrou a importância do Poder Local e as provas dadas pelo Partido Socialista no concelho de Belmonte “as mulheres e os homens desta equipa com a liderança de António Dias Rocha têm provas dadas nestes quatro anos de mandato. Vocês podem ser os motores de algo que está a mudar, em que Belmonte não seja apenas um local de passagem e se criem condições para uma terra na estrada do desenvolvimento”. Mas “este sopro de confiança renovada, depende da vitória em cada freguesia para que o PS continue a liderar a Associação Nacional de Freguesias” rematou Eduardo Cabrita.