Até final de 2020 todas as Câmara "aceitarão estas e outras competências"

A convicção é do Secretário de Estado para a Valorização do Interior compreende a posição das Câmaras, mas não concorda.

Questionado acerca da decisão de várias Câmaras Municipais estarem a rejeitar as competências que o Governo pretende transferir, como foi o caso da autarquia de Belmonte, o Secretário de Estado para a Valorização do Interior compreende, mas não concorda “compreendo que algumas Câmaras tenham uma visão diferente, mas fazem mal porque o poder local já provou que o que pode ser governado a partir do Poder local é mais bem governado. Quanto mais perto tiver a decisão do destinatário normalmente é mais acertada. Com o tempo, julgo que entenderão e estou certo que até final de 2020 todas elas aceitarão estas e outras competências”, disse João Paulo Catarino (foto) esta semana à margem da inauguração de três novos “Espaço do Cidadão” nas freguesia de Paúl, Vila do Carvalho e Teixoso, no concelho da Covilhã.

Sobre a questão da regionalização, o Secretário de Estado para a Valorização do Interior defende que só com um novo referendo o Governo poderá avançar com o processo “hoje estamos a cumprir esse desidrato com as comunidades intermunicipais. Esse percurso está a ser feito e quando chegar a altura de voltar a perguntar aos portugueses se é esse o caminho que querem vamos ver qual é a resposta. Mais cedo ou mais tarde vai ser inevitável fazer o referendo. Fizemos um, tivemos o resultado que tivemos, julgo que agora só com outro referendo podemos tomar uma decisão diferente”, refere João Paulo Catarino.

Radio Cario no Facebbok

Convento Belmonte

Convento de Belmonte