"Intervenção urgente" em três postos da GNR

A Câmara Municipal da Covilhã anunciou ontem em comunicado que pediu à tutela a intervenção urgente em três postos da Guarda Nacional Republicana (GNR) do concelho, designadamente, Unhais da Serra, Paul e Tortosendo.

A reivindicação foi apresentada durante uma vista de trabalho que a Secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto, realizou àquelas estruturas. Segundo o comunicado, a governante constatou as carências dos referidos postos e mostrou-se sensibilizada para a necessidade de melhorar as condições de trabalho de vários postos da GNR do concelho da Covilhã, assumindo a urgência de intervenção a curto prazo.

A Câmara da Covilhã salienta que o edifício da GNR do Paul "necessita de obras de requalificação devido às constantes infiltrações". Em Unhais da Serra o posto "não tem as condições mínimas", além de se encontrar "numa má localização". Nesta visita da Secretária de Estado foi equacionada a possibilidade de adaptar a antiga Escola Primária de Unhais da Serra para posto da GNR, ideia que já tem projecto, faltando concretizar e orçamentar a obra.

No caso do Tortosendo, o posto da GNR encontra-se instalado num edifício habitacional, desadequado para a missão. Nesse âmbito, foi avaliada a possibilidade de instalar o posto numa antiga unidade fabril requalificada.

O presidente da Câmara da Covilhã, Vítor Pereira, considera "urgente" que as obras de requalificação dos postos da GNR sejam uma realidade, "para que se acabe com situações pouco dignificantes para o Estado Português". O Governo anunciou que vai investir nos próximos cinco anos mais de cem milhões de euros em infra-estruturas. Na lista apresentada pelo Ministério da Administração Interna, o posto de Unhais da Serra não é referido, estando para o concelho da Covilhã previstas intervenções apenas nos postos do Tortosendo e do Paul.

 

 

Convento Belmonte

Convento de Belmonte

Radio Caria no Facebook