Curso de Drones no IPCB

O Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), através da sua Escola Superior de Tecnologia, viu recentemente aprovado o novo curso técnico superior profissional em Fabrico e Manutenção de Drones. "Trata-se de uma formação de vanguarda, através da qual o IPCB pretende formar os jovens para um sector de actividade económica em rápida expansão".

A aposta do IPCB na área da aeronáutica “tornou-se possível graças ao seu corpo docente altamente especializado, reforçado com quadros técnicos de empresas da especialidade e com a colaboração dos principais players nacionais que operam neste sector, uma vez que foram estabelecidos protocolos de cooperação com as mais importantes empresas nacionais que operam no sector das aeronaves não tripuladas.

O mercado dos veículos aéreos não tripulados, usualmente denominados por drones, é um sector da aeronáutica que se está a desenvolver muito rapidamente e que tem um grande potencial de aplicações, estimando-se que o número de empregos associados a este sector tenha um crescimento rápido e sustentado nos próximos anos.

Sob a designação de drones são incluídas diversas aeronaves, desde as de grande porte e capacidade de carga, assemelhando-se em tamanho e complexidade às aeronaves tripuladas, até às mais pequenas que são enquadradas nos pequenos artigos electrónicos de consumo.

Os drones de pequena dimensão têm tido nos últimos anos uma utilização crescente não só em aplicações de carácter recreativo, mas também na prestação de serviços especializados, constituindo uma actividade económica de elevado valor acrescentado. O rápido crescimento das aplicações dos drones obrigou a preocupações acrescidas ao nível da regulamentação da sua operação. Portugal transcreveu recentemente para a regulamentação Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) A-NPA 2015-10.

A crescente utilização dos drones na actividade económica vai alavancar outros sectores de actividade e novas necessidades de regulamentação, designadamente ao nível da manutenção e do processo de fabrico. Os protocolos de fabrico e manutenção de estruturas aeronáuticas são adaptados para este tipo de aplicações.

O crescimento da actividade económica neste sector de actividade é inequívoco. As aplicações de carácter lúdico rapidamente se expandiram para o sector de serviços com aplicações no ramo da segurança, protecção civil, operações policiais, produção audiovisual, topografia, agricultura, manutenção, etc.

Actualmente no nosso país e em particular na região de influência do Instituto Politécnico de Castelo Branco, tem-se registado uma escalada ao nível da cadeia de valor com a instalação de duas empresas cuja actividade económica principal é o fabrico e a comercialização de drones: estão em fase de instalação em Castelo Branco a SpaceSilver Drones Lda e em Ponte-de-Sor a TeKever.

A existência de laboratório de ensaios aeronáuticos nas instalações do ISQ em Castelo Branco, que conta entre os seus clientes a Agência Espacial Europeia e a Embraer, tem tido um efeito catalisador para a atracção de empresas do sector aeronáutico para esta região. Espera-se que estas empresas venham a alavancar a actividade económica de empresas ramo metalomecânico e de estruturas que actuando a montante, se possam especializar nesta área e diversificar a sua produção e os seus clientes.

“Compete ao Instituto Politécnico de Castelo Branco, no âmbito da sua missão, responder ao desafio de qualificar os nossos jovens para os empregos do futuro, respondendo desde já às necessidades actuais das empresas sediadas na sua região”.

O Curso de Fabrico e Manutenção de Drones insere-se na matriz formativa da Escola Superior de Tecnologia do IPCB, que dispõe nos seus quadros de docentes com formação especializada nas áreas de concepção, fabrico, telecomunicações, controlo, organização e gestão da produção. O interesse demonstrado pelos stakeholders está patente na sua disponibilização para reforçar o corpo docente deste curso, com os melhores técnicos especializados, que exercem a sua profissão na área de especialização deste curso.  As Inscrições para este curso poderão ser realizadas de 1 de Agosto a 6 de Setembro de 2017, nos serviços do IPCB.

Para Carlos Maia, presidente do IPCB, “trata-se de mais uma aposta da instituição numa oferta formativa numa área de vanguarda e em expansão. Com um corpo docente qualificado e com várias parcerias com empresas já bem implantadas no mercado, foi possível vermos aprovada mais esta formação, que poderá ser estrutural para o IPCB e para a região, pelo que estamos convictos de que terá uma elevada procura.

Continuamos a estabelecer parcerias para consolidar esta aposta e já foram encetados contactos no sentido de a Força Aérea vir a integrar a lista de parcerias, o que para além de todo o capital de conhecimentos que enriquecerão o curso permitirá a disponibilização de campos de estágio privilegiados para os alunos.”

 

Convento Belmonte

Convento de Belmonte

Radio Caria no Facebook

Radio Caria. Todos os direitos reservados.