A seca a preocupar a Associação Agricultores de Castelo Branco.

Portugal e particularmente a nossa região sofrem uma seca prolongada que está a afetar gravemente os agricultores que se arrasta desde o início da campanha agrícola, comprometendo as colheitas e os investimentos realizados com as sementeiras.

Neste caso, a Associação Distrital dos Agricultores de Castelo Branco dá conta em nota de imprensa, que é um facto importante que o Regadio da Cova da Beira minimiza os efeitos negativos da seca, mas também é verdade que na nossa região existem muitas explorações agrícolas que não podem beneficiar do regadio.

As secas sucessivas provocam frequentemente muitos prejuízos aos agricultores, impõe-se a necessidade urgente de se concretizar o regadio a sul da Gardunha, a conclusão e reestruturação do Regadio da Cova da Beira e fazer mais investimento na recuperação dos regadios tradicionais e coletivos.

Para além destas medidas que se querem urgentes, a ADACB, reclama:

  • Apoios financeiros a fundo perdido,
  • Isenção temporária da Taxa de Recursos Hídricos.
  • Reposição da ajuda à eletricidade verde.
  • Linhas (especiais) de Crédito de longo prazo, altamente bonificado.

Sem a implementação destas medidas os agricultores têm grandes dificuldades em manter a sua atividade e de garantir o bem-estar e saúde animal. a Associação Distrital dos Agricultores de castelo Branco a mostrar-se desta forma preocupada com este cenário.

Convento Belmonte

Convento de Belmonte

Radio Caria no Facebook

Radio Caria. Todos os direitos reservados.