Sabugal - Capeia Arraiana é património.

Segundo o Instituto dos Museus e da Conservação (IMC), a Capeia Arraiana é «uma manifestação tauromáquica específica das comunidades de onze freguesias do concelho do Sabugal, caracterizada pelo facto de a lide do touro bravo ser realizada com o auxílio do forcão, estrutura triangular em madeira suportada pelo grupo de homens que enfrenta as investidas do touro».

Já no primeiro dia do próximo mês de julho, a freguesia de Aldeia da Ponte promoveu a Capeia de S. Pedro, no dia 30, Quadrazais será palco da Capeia Arraiana com Encerro.

A localidade de Lageosa abre, no dia 6 de agosto, a intensa temporada das capeias arraianas no mês de agosto. Rebolosa acolhe a 9 de agosto, o encero e capeia arraiana. As restantes datas são Nave e Aldeia do Bispo (14 de agosto); Aldeia da Ponte (15 de agosto); Vale de Espinho e Ozendo (16 de agosto); Alfaiates (17 de agosto); Forcalhos (21 de agosto); Fóios (22 de agosto) e Aldeia Velha (25 de agosto).

O ponto alto da época acontece a 19 de agosto com o tradicional festival “Ó Forcão Rapazes!”, este ano realizado na praça de Aldeia da Ponte, onde as equipas de nove aldeias rivalizam para conseguir a melhor lide naquele que já é considerado o “campeonato do mundo do forcão”, assim designado por o Sabugal ser o único sítio do planeta onde os touros são corridos desta maneira.

A Capeia Arraiana, que anualmente atrai milhares de pessoas à região transfronteiriça é reconhecida como Património Cultural Imaterial de Interesse Municipal, bem como se encontra registada no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial.

Convento Belmonte

Convento de Belmonte

Radio Caria no Facebook