Suspeito de homicídio fica em prisão preventiva

https://scontent.fopo1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/29177439_1893942927324606_3518496545194819221_n.png?oh=c046863a184ea6740ba879b6c834fafb&oe=5B44F215

Ouvido esta tarde no Tribunal de Castelo Branco, ficou em prisão preventiva o homem com 32 anos de idade, comerciante, suspeito do homicídio de uma mulher em Aldeia Nova do Cabo, no concelho do Fundão.

Segundo a Polícia Judiciária "o suspeito, que terá mantido uma relação amorosa com a vítima durante aproximadamente três anos, acabou, entretanto, por confessar os factos, mas não sem que antes tivesse adoptado especiais cuidados de destruição de relevantes elementos de prova relativos aos mesmos e às circunstâncias em que tiveram lugar"

Recordo-lhe que através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, a Polícia Judiciária identificou e deteve o autor de um crime de homicídio qualificado, ocorrido ao início da madrugada do passado sábado, no interior da residência da vítima, que vivia apenas com um filho menor, de apenas cinco anos de idade, em Aldeia Nova do Cabo, no concelho do Fundão.

A vítima, uma mulher com 29 anos de idade, "foi brutalmente agredida pelo autor com dezenas de golpes corto-perfurantes, desferidos com recurso à utilização de uma faca de cozinha, os quais terão sido causa directa e imediata da sua morte".

Fonte: Polícia Judiciária

Radio Cario no Facebbok

Convento Belmonte

Convento de Belmonte