Rali Castelo Branco

Trinta e cinco pilotos já confirmaram a presença na segunda prova do Campeonato Nacional de Ralis que vai decorrer no próximo fim-de-semana na região da Beira Baixa.

O Rali de Castelo Branco vai para a estrada e as melhores equipas portuguesas apresentam-se à partida para mais uma edição que se espera muito competitiva. No total, os concorrentes terão cerca de 120km de estradas sinuosas e com diferentes tipos de piso nas quais se vão colocar à prova.

A prova tem início na tarde de sábado. A organização reservou três provas especiais para este dia. O primeiro embate realiza-se num troço, Sarzedas, com cerca de 13km de extensão em que os candidatos à vitória não têm margem de erro. Aí se farão as primeiras diferenças. Mas é na especial seguinte, Vidigal, que está o maior desafio do dia. São mais de 18km contra o cronómetro na zona mais a Oeste do Rali de Castelo Branco.

Cumpridas estas duas especiais, as equipas regressam à capital de distrito para a classificativa espectáculo na cidade. A edição de 2017 do Rali de Castelo Branco volta a ter uma super-especial a fechar a competição do primeiro dia, mais de dois km junto à Rotunda Europa e espera-se, de novo, uma enchente para assistir à passagem dos concorrentes.

No segundo dia de prova, no domingo, o Rali de Castelo Branco divide-se em duas secções. Na primeira, as equipas competem em São Domingos, Fonte Longa e Alvito. A secção da tarde é a repetição das especiais da manhã.

A realização de mais uma edição do Rali de Castelo Branco, que pontua para o campeonato nacional da modalidade pela quarta vez consecutiva, só é possível "pela excelente cooperação entre todas as entidades envolvidas que vêem a modalidade como um fantástico meio de promoção da região" refere a organização a cargo da Federação Portuguesa de Automobilismo em parceria com a Escuderia Castelo Branco.

Convento Belmonte

Convento de Belmonte

Radio Caria no Facebook

Radio Caria. Todos os direitos reservados.