“Há gente sem vergonha que não gosta do futebol e não queremos ser confundidos com essa gente”

https://scontent.fopo1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/34863402_10212004154201110_7967412351261474816_n.jpg?_nc_cat=0&oh=d8cea981af85a050cf73acfad52cc6e4&oe=5BB81988

Foi desta forma que o presidente da Associação de Futebol de Castelo Branco classificou o momento que o futebol profissional atravessa, no discurso de abertura da 10ª edição da Gala do Futebol Distrital que ontem premiou os melhores do distrito de Castelo Branco nesta época desportiva 2017/2018.

Manuel Candeias aproveitou a presença do presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional para apelar a esse facto “até porque no distrito ainda não se verifica, e antes que o distrito seja contagiado com essa má maneira e flagelo do estado do futebol profissional, chamo a atenção das pessoas para tomarem as previdências necessárias para que isso não venha acontecer”.

Confrontado com esta preocupação, Pedro Proença afirmou que “são as críticas legítimas de quem observa aquilo que se vai passando. O futebol profissional neste momento está numa fase de transição, pedimos às pessoas obviamente contenção, capacidade de crítica. Somos campeões da Europa, temos das melhores equipas em termos internacionais, e portanto temos que, também ao nível do dirigismo, traçar esse caminho, que é um caminho de sucesso e que nos obriga a ter outro tipo de abordagem. Já estamos a preparar a nova época, queremos que o futebol profissional seja também um patamar de reconhecimento pelas competências que tem e vai desenvolvendo”.

Em declarações à Rádio Caria, o presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional lembrou que sem futebol distrital não há futebol profissional e deixou os parabéns à Associação de Futebol de Castelo Branco “muitas vezes é fácil estar no futebol onde o patamar é elevado, mas temos de perceber que estas é que são as bases, aqui é que há a criação de talento, o futebol profissional não vive sem este futebol de formação. Muitos parabéns à Associação de Futebol de Castelo Branco que fez uma festa muito digna, reconhecendo aqueles que ao longo da época foram os seus maiores talentos”.

Presente na cerimónia esteve também o vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol que abordou o dia importante para o futebol português “partiu a grande esperança para o Campeonato do Mundo” com a chegada da Selecção Nacional à Rússia. Rui Manhoso aproveitou para relembrar que “as causas do futebol têm uma nascente que são os clubes” e nesse sentido a Federação “está a reestruturar as associações de futebol para que sejam mais apoiadas, e neste caso particular, a Associação de Futebol de Castelo Branco merece todo o sacrifício”.

A Associação de Futebol de Castelo Branco decidiu este ano atribuir o mais alto galardão, o Troféu Prestígio, a José Luís Mendes, treinador nacional de futsal e campeão europeu. Também o enfermeiro António Fonseca, igualmente campeão europeu de futsal, foi homenageado com o Troféu Mérito Desportivo. O Prémio Dedicação foi atribuído ao Presidente da Câmara de Vila de Rei, Ricardo Aires.

Nesta edição da Gala Distrital, o Clube Desportivo de Alcains recebeu o Prémio Bricomarché (no valor de 1500 euros) pelo título distrital de futebol. A União Desportiva de Belmonte foi distinguida com a Taça Disciplina de Futebol e a Associação Desportiva Penamacorense com a Taça Disciplina de Futsal.

Em jeito de balanço, Manuel Candeias afirmou que “houve uma aderência bastante boa nesta maior festa do futebol fora das quatro linhas. Foram distinguidos os melhores. É impossível que haja uma unanimidade entre as pessoas que ganham. Mas penso que toda a gente compreende e provou-se pelas intervenções dos galardoados, que reconheceram que todos os outros nomeados também mereciam esse prémio”.

A União Desportiva Cariense estava representada na eleição dos melhores da época, com a nomeação de dois treinadores (Vítor Espinhaço e Vítor Costa) e um atleta (João Pedro Fonseca "Seco") mas acabou por perder nas três categorias. O presidente do clube, Paulo Borralhinho disse que “não é isso que vai retirar o mérito a qualquer um deles. Qualquer um pode ser o vencedor porque todos eles tem qualidade. Claro que gostávamos que os nossos fossem os vencedores, não foram, parabéns aos vencedores”.

Na 10ª Gala do Futebol Distrital, que se realizou em Vila de Rei, os galardoados, por terem sido considerados pelo júri os melhores da época 2017/2018, foram:

Melhor Jogador de Futebol Sénior - Campeonatos Nacionais:
Kikas - Benfica e Castelo Branco

Melhor Jogador de Futebol Sénior - Campeonato Distrital:
Léo - CD Alcains

Melhor Atleta Sénior de Futsal - Campeonatos Nacionais:
Márcio Moreira - AD Fundão

Melhor Atleta Sénior de Futsal - Campeonato Distrital:
Marco Borronha - ACD Ladoeiro

Melhor Jogador de Futebol de Formação:
Bernardo Baltazar - Clube Académico do Fundão

Melhor Jogador de Futsal de formação:
Emerson “Pelé” - Associação Desportiva do Fundão

Melhor Atleta Feminina de Futebol:
Renata Catarino - Benfica e Castelo Branco.

Melhor Atleta Feminina de Futsal:
Rute Duarte - GD Valverde.

Melhor Treinador de Futebol Sénior:
Natan Costa - ARC Oleiros

Melhor Treinador de Futsal Sénior:
Jorge Pina - ACD Ladoeiro

Melhor Treinador de Futsal de Formação:
Nuno Couto - AD Fundão

Melhor Treinador de Futebol de Formação:
Nuno Carreiro - Benfica e Castelo Branco.

Melhor Dirigente:
José Henriques - AR Bairro da Boa Esperança.

Radio Cario no Facebbok

Convento Belmonte

Convento de Belmonte